Project Description

O Curso de Sistemas de Informação/Bacharel em Sistemas de Informação, quando de sua criação era oferecido pela Faculdade de Ciência da Computação e denominava-se Ciência da Computação. Foi autorizado a funcionar através da Resolução nº 359 de 09/12/1991, mas iniciou suas atividades letivas no dia 21 de fevereiro de 1994, obtendo a Autorização de Funcionamento pelo Decreto Ministerial de 9 de setembro de 1993, publicado no DOU de 10 de setembro de 1993.

Este Curso, visando atingir os critérios e padrões de qualidade, foi substituído em 2002 pelo curso de Sistemas de Informação, conforme Processo nº 20168640/2001, atendendo desta forma à recomendação da Comissão de Especialistas que em 1º de junho de 2001 fez a sua visita técnica à Faculdade de Ciência da Computação, bem como as exigências profissionais e mercadológicas da região. O extinto curso de Ciência da Computação formou um total de 35 Bacharéis, a saber: 7 formandos na 1ª turma/1998; 9 formandos na 2ª turma/1999; 11 formandos na 3ª turma /2000 e 8 formandos na 4ª e última turma/2001.

No processo de conversão do Curso de Ciência da Computação para Sistemas de Informação/Habilitação: Bacharel em Sistemas de Informação, deu-se ênfase à interface entre Informática e Administração, alterando, consequentemente, a Matriz Curricular e as Habilitações do curso, o que foi devidamente aprovado pela Resolução CEE Nº 043, de 02 de abril de 2003. O primeiro concurso vestibular para o curso de Sistemas de Informação ocorreu em janeiro de 2002.

Duração do Curso:

O tempo previsto para completar o curso varia entre 48 e 72 meses

Vagas e Turno:

Número de vagas por turma: 35
Turno: Noturno

Investimento:

Número de Parcelas: 48
Valor com 5 % de desconto: R$ 581,40
Valor sem desconto: R$ 612,00

Habilitação e Carga Horária:

Habilitação: Bacharel em Sistemas de Informação
Carga horária do curso: 3618 horas/aula

Coordenador(a) do Curso:

Reuber da Cunha Luciano
E-mail: [email protected] / Fone: (64)3672-5135

Objetivo Geral

O curso de Bacharelado em Sistemas de Informação tem como objetivo geral formar profissionais com competências em Sistemas de Informação, capazes de responder aos desafios da sociedade contemporânea em contínua transformação e que atuem profissionalmente nos sistemas de informação das organizações, em concordância com as estruturas organizacionais e com ênfase na tecnologia da informação e comunicação (TICs) e suas aplicações. Para atingir este objetivo, deve-se propiciar formação básica sólida em Ciência da Computação, Matemática, Sistemas de Informação e outras áreas de conhecimento. Além disso, o curso deve propiciar formação tecnológica, formação complementar com ênfase no estudo das organizações, formação humanística e formação complementar.

Objetivos Específicos

Para o alcance do objetivo geral do curso de Bacharelado em Sistemas de Informação, são definidos os seguintes objetivos específicos:

  • Formar profissionais empreendedores, capazes de projetar, implementar e gerenciar a infra-estrutura de tecnologia de informação e comunicação, envolvendo computadores, comunicação e dados em sistemas organizacionais;
  • Atender as necessidades socioeconômicas do mercado local, regional e nacional em termos de formação de recursos humanos na área de Sistemas de Informação;
  • Prover o uso adequado e eficiente das TICs no planejamento, análise, projeto e desenvolvimento de Sistemas de Informação em organizações privadas, públicas e terceiro setor;
  • Incentivar o empreendedorismo dos discentes do curso de Sistemas de Informação;
  • Contribuir para o desenvolvimento científico e tecnológico da área de sistemas de informação;
  • Capacitar os discentes a acompanhar o surgimento e o desenvolvimento de novas tecnologias em sistemas de informação;
  • Estimular a educação continuada em níveis de pós-graduação lato sensu e stricto sensu;
  • Contribuir para a formação do senso crítico dos discentes;
  • Promover o exercício da ética em ambiente profissional e acadêmico;
  • Estimular projetos de extensão promovendo a aproximação com a comunidade, a consciência social, a formação humanística e a complementação da formação profissional.

Perfil do Egresso

A sociedade civil contemporânea têm na Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) um elemento estratégico, uma vez que as soluções computacionais envolvem automatização dos processos organizacionais e geram vantagens competitivas por meio da analise de cenários, apoio aos processos decisórios (informações on-line) e implementação de nova políticas estratégicas nas organizações.

O egresso em Sistemas de Informação pode atuar em inovação, planejamento e gerenciamento de infraestrutura de tecnologia da informação alinhada aos objetivos da organização. Neste cenário, ele é responsável por estruturar e planejar a incorporação de novas tecnologias nas organizações. Outro ponto de atuação está relacionado ao desenvolvimento e evolução de novos sistemas de informação.

Com isso, um conjunto de níveis de proficiência técnica deve ser desenvolvido ao longo do curso, no corpo discente, de modo a propiciar uma formação adequada às necessidades do mercado e aderente aos objetivos propostos para o curso. Assim, com foco nos pilares propostos para a Educação do Séc. XXI, deve-se buscar, sistematicamente, desenvolver os seguintes níveis de proficiência: capacidade de compreensão de problemas do mundo real, aplicação dos conhecimentos adquiridos na solução de problemas, capacidade de análise sistêmica dos problemas, capacidade de síntese e projeto e, finalmente, capacidade de avaliação e julgamento.

De um modo geral, espera-se do egresso as seguintes habilidades:

Habilidades pessoais:

  • pensamento sistêmico;
  • capacidade de resolução de problemas;
  • pensamento crítico;
  • análise de risco;
  • disciplina pessoal;
  • persistência;
  • curiosidade;
  • capacidade de autoaprendizagem;
  • abertura às mudanças.

Habilidades interpessoais:

  • trabalho colaborativo;
  • capacidade de comunicação;
  • capacidade para resolução conjunta de problemas.

Conhecimentos técnicos:

  • abstração, representação e organização da informação;
  • arquiteturas de sistemas empresariais;
  • conceitos de distribuição da informação e de sistemas;
  • comportamento humano e interação com computadores;
  • dinâmica de mudanças;
  • gerenciamento do processo de informatização e desenvolvimento de sistemas;
  • domínios específicos da área de sistemas de informação;
  • uso de ferramentas computacionais para aplicação dos conhecimentos.

Deseja mais informações sobre nossos cursos?

Envie já a sua dúvida!