A Secretaria de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério da Ciência e Tecnologia (Setec/MCT), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCT), lançou cinco editais de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação voltados para a cadeia produtiva do biodiesel.
     Ao todo, serão repassados R$ 26 milhões, a maior parte em recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT).
      O último edital foi lançado na ultima sexta-feira (5), por meio do MCT e CNPq, e tem o objetivo de apoiar atividades de pesquisa que visem ao desenvolvimento de tecnologias para caracterização e controle de qualidade de biodiesel.
      Também são objetivos do edital: estimular o desenvolvimento de novas metodologias de caracterização e controle de qualidade de biodiesel e suas misturas com óleo diesel, contribuir para o desenvolvimento de métodos rápidos e de baixo custo para controle de qualidade de biodiesel, estimular o desenvolvimento de normas técnicas ABNT/NBR para o controle de qualidade de biodiesel e misturas biodiesel/diesel. Ao todo, esse edital destinará R$ 4 milhões. Do total, R$ 2 milhões serão empenhados este ano, e os outros R$ 2 milhões, em 2009.
 Confira no abaixo endereço o edital completo -http://www.cnpq.br/editais/ct/2008/047.htm
     Os cinco editais foram elaborados de acordo com o Plano de Ação 2007-2010 de Ciência, Tecnologia e Inovação (PACT&I) e visam a fortalecer a Rede Brasileira de Tecnologia de Biodiesel (RBTB), criada no âmbito do desenvolvimento tecnológico do Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB).
     As linhas de pesquisa foram dirigidas para solucionar os principais gargalos tecnológicos enfrentados na produção de biocombustível, tais como: novas fontes de matérias-primas graxas; rota etílica de produção; desenvolvimento de métodos rápidos e de baixo custo para controle de qualidade de biodiesel; e novas aplicações aos co-produtos.
     Além dos editais já lançados, as ações transversais 2008/2009 do MCT em biodiesel totalizam R$ 40 milhões e já estão sendo executadas pelas suas agências Financiadora de Estudos e Projetos (Finep/MCT) e CNPq. Entre essas ações destacam-se: apoio à instalação do Banco Ativo de Germoplasma (BAG) de pinhão manso na Embrapa; novas fontes e rotas tecnológicas de insumos minerais para a produção agrícola de oleaginosas; melhoramento genético de cultivares de dendezeiro; e o desenvolvimento de parâmetros físico-químicos para processos de obtenção de biodiesel por transesterificação e esterificação.

Fonte: Assessoria de Comunicação do MCT
Acessado no site goiaseducacao.com
Em 10/09/2008