Os acadêmicos do curso Arte Educação promoveram na última sexta-feira, 09 de março, no auditório, o lançamento do livro ENSÁIOS FILOSÓFICOS E PERIPÉCIAS DO GÊNERO, do Profº Bento Itamar Borges, da Universidade Federal de Uberlândia (UFU).
     O livro foi publicado no início deste ano pela Editora da Universidade de Caxias do Sul, no rio Grande do Sul e, é resultado do pós-doutorado realizado pelo Profº Bento.
      “ENSÁIOS FILOSÓFICOS E PERIPÉCIAS DO GÊNERO” aborda o ensaio na filosofia, desde Montaigne até Theodor Adorno, para em seguida fazer um contraponto com outros gêneros, como o tratado e os aforismos.
      O autor acompanha também as peripécias dessa maneira de escrever, na academia brasileira, onde encontra apreciadores e adversários. A obra, que pretende defender o ensaio na academia, onde tradicionalmente predomina o espírito monográfico, não se dirige a especialista e pode servir como uma introdução à filosofia considerando a ótica dos gêneros textuais e da experiência humana da escrita.
      O leitor interessado em filosófica poderá entrar, de algum modo, no sofisticado e agradável jogo de linguagem que é a filosofia e perceber a irreverência e lucidez do autor muito mais do que possuir títulos acadêmicos, planta couve e cultiva amigos.
      A apresentação do livro foi feita pelo Profº MSc Josias Dias da Costa, professor da FIMES e do curso Arte Educação. Na noite de lançamento o livro foi vendido com desconto e, os interessados podem adquiri-lo na Livraria Nobel. Ao final todos participaram de um coquetel. 
     “O ensaio caracteriza-se pela variedade de temas. As divagações revelam uma questão fundamental: a consciência da finitude leva-nos à interrupção constante da escrita, que sempre de novo pode ser retomada, de uma nova e provisória perspectiva. Os primeiros ensaios de que se tem notícia são aqueles escritos e publicados por Montaigne, de modo que ficamos dispensados de procurar antecedentes desse gênero, mesmo que disfarçados sob outra denominação. Entre juízos sobre o mundo, que eram também juízos do autor sobre si mesmo, surgia um novo gênero literário, que viria a ser influente na filosofia: um homem tentou colocar no papel não o que ele fez, mas o que ele era”. [Transcrição da primeira orelha do livro]
      Breve histórico do autor: Bento Itamar Borges nasceu em Tupaciguara, Minas Gerais, em 1956. Graduou-se em Letras pela Universidade Católica de Goiás e trabalha na Universidade Federal de Uberlândia desde 1979. Fez seu mestrado em Filosofia na UFRGS e doutorou-se pela UFMG, após pesquisa na Alemanha, com a tese Crítica e teorias da crise, publicada pela editora da PUCRS, instituição onde realizou seu pós-doutorado em 2001. Além desse livro, o autor apresentou, em diversas revistas, outros resultados de suas pesquisas sobre gêneros literários na Filosofia. [Transcrição da segunda orelha do livro] O autor possui curriculo lattes.

Matéria enviada por:
Profª Maria Emília Smiljanic Carrijo
Coordenadora do Curso de Arte Educação.
[email protected]